6 dicas de sobrevivência para sua controladora de pragas

Publicado em: 16 de julho de 2020
Categorias: Sem categoria
dicas de sobrevivência

Diante de um mercado cada vez mais disputado, é essencial seguir dicas de sobrevivência, adotar medidas cuidadosas e realizar uma gestão baseada no equilíbrio financeiro. Dessa forma você mantém sua controladora de pragas no mercado da maneira mais saudável possível. 

Segundo o Sebrae, a cada 100 novas empresas que surgem no mercado, somente 73 delas conseguem se manter em atividade durante os primeiros dois anos de operação. Para superar as dificuldades que podem aparecer, tanto para controladoras que estão recém ingressando no mercado, quanto as que já estão há alguns anos no ramo, separamos 6 dicas de sobrevivência no ramo. Confira! 

Elabore um plano de negócios

Ter um plano de negócios é essencial para a estabilidade e crescimento da sua controladora de pragas. Essa é uma ótima ferramenta para entender melhor o mercado, a rotina da sua empresa e saber como ela pode melhorar e crescer. 

Esse planejamento vai demonstrar se o seu negócio é viável, considerando estratégia, mercado, operações e gestão financeira. O que nos leva à nossa segunda dica de sobrevivência. 

Mantenha um fluxo de caixa organizado

Um dos principais fatores que causam a mortalidade de micro e pequenas empresas é a falta de organização financeira. Então, depois de estabelecer o plano de negócio, é hora de criar uma metodologia de controle diário das receitas e despesas da sua controladora. 

Manter um fluxo de caixa rigoroso dos valores que saem e entram no seu orçamento permite identificar possíveis gastos excessivos que podem vir a ser cortados. Esse hábito pode gerar uma economia significativa para sua empresa. 

Amplie sua rede de fornecedores

Controladoras que trabalham com um ou poucos fornecedores estão sujeitas a atrasos na entrega dos produtos. Além de comprometer o processo operacional e gerar períodos com falta de estoque, sua empresa fica refém das condições de preço e negociações impostas por esses fornecedores.  

Com uma variedade maior, você poderá terá mais flexibilidade para negociar prazos, preços e formas de pagamento de determinados produtos. Ao negociar, você poderá usar o fato de possuir outras opções como um diferencial para que este fornecedor atenda as necessidades da sua empresa. 

Mantenha o controle do seu estoque

Além de negociar melhor com seus fornecedores, é necessário manter o controle do estoque para evitar gastos desnecessários. Possuir produtos em excesso representa dinheiro parado ou até perdido, se eles perderem a validade antes de serem usados. 

Evite comprar equipamentos ou inseticidas em quantidades elevadas, principalmente se você está no estágio inicial do seu negócio. Mantenha o estoque organizado e guarde materiais que possam causar algum dano à saúde dos seus funcionários em segurança. 

Foque na satisfação do cliente

É como diz o ditado: “Um cliente satisfeito conta para uma pessoa, mas um insatisfeito conta para dez”. Por isso, busque sempre atender o cliente da melhor maneira possível, já que é ele quem vai proporcionar renda e lucro à empresa, além de poder indicá-lo para amigos e parentes. 

Melhore o atendimento, converse com os clientes, compreenda seus problemas e solicitações, entenda os questionamentos da perspectiva dele e, se reclamar, faça de tudo para solucionar essa reclamação. Além de fidelizar o cliente, essas conversas e pesquisas podem trazer ideias para mudanças e inovações na sua controladora. 

Invista em tecnologia de gestão

O último item das nossas dicas de sobrevivência pode apresentar custos adicionais para o seu orçamento, mas é extremamente importante para otimizar ao máximo os seus processos gerenciais. Ao investir em um software de gestão, é possível realizar controle financeiro, controle de estoque, cadastrar seus produtos, clientes e fornecedores, tudo de forma otimizada e online. 

Além disso, a partir das informações geradas pelo software, você pode tomar decisões em sua controladora de pragas com muito mais segurança. Tento em mãos os mais variados indicadores financeiros, como fluxo de caixa e relatórios, você pode levar sua empresa a um outro patamar.