Tudo o que Você Precisa Saber Sobre Gestão Empresarial para Controle de Pragas (Parte 2)

É comum o pensamento de que pequenas e médias empresas não necessitam tanto assim de uma gestão empresarial quanto grandes empreendimentos. Se esse é o seu caso e você não vê motivo para investir na gestão da sua empresa, vamos listar algumas vantagens desse processo na sua controladora de pragas:

  • Redução de custos
  • Aumento da lucratividade
  • Aumento da eficiência e produtividade
  • Otimização de tempo
  • Maior integração entre os departamentos
  • Uso adequado dos recursos disponíveis
  • Tomada de decisões mais precisas e acertadas
  • Definição e cumprimento de metas
  • Processos menos suscetíveis a erros

Se você ainda não conferiu alguns dos requisitos básicos e essenciais para realizar uma boa gestão empresarial, clique aqui e confira a parte 1 deste artigo!

Já uma empresa de grande porte envolve um número maior de pessoas ligadas ao processo. Isso significa que o negócio vai demandar um gerenciamento mais complexo, mas que no fim das contas terá um impacto direto no negócio, assim como acontece nas pequenas e médias empresas.

Modelos de Gestão Empresarial

Existem três modelos de gestão empresarial:

  1. Cadeia de Valor: Esse modelo preza primeiramente pela análise de todas as atividades do negócio para só então determinar o valor que tem diante da concorrência e do público em geral. A Cadeia de Valor tem como objetivo tornar a empresa mais competitiva no mercado, ao mesmo tempo em que reduz custos e eleva a rentabilidade dela. 
  2. Ciclo de Inovação: Esse tipo de gerenciamento é voltado à criatividade e inovação. O objetivo é elevar o nível competitivo da empresa. O Ciclo de Inovação abrange algumas etapas, que passam pela criação, implementação e capitalização dos projetos. 
  3. Ciclo de Deming: De acordo com esse modelo, que recebeu o nome do criador William Edwards Deming, qualquer ação passa necessariamente por 4 fases:

2.1 – Planejamento

2.2 – Desenvolvimento

2.3 – Checagem

2.4 – Ação

O intuito do Ciclo de Deming é tornar a gestão mais eficiente, a partir da melhora contínua de processos e ações. 

Opções de Ferramentas Usadas na Gestão Empresarial

Análise Swot – Essa ferramenta é responsável por avaliar a competitividade de uma empresa. A análise Swot, em português, pode ser traduzida com a sigla FOFA:

F – Forças: São os pontos fortes da sua controladora de pragas 

O – Oportunidades: São as perspectivas na relação com o mercado

F – Fraquezas: Representam os pontos fracos da empresa que fazem com que perca mercado, tenha prejuízos e custos maiores

A – Ameaças: São os riscos que a concorrência oferece.

Balanced Scorecard – Desenvolvida na Harvard Business School, essa metodologia toma como base a elaboração de um mapa estratégico até chegar a um plano de ação. O objetivo é mensurar o desempenho da empresa a partir do balanço e da análise de metas. É possível medir o desempenho a partir de quatro aspectos:

  1. Financeiro
  2. Processos internos
  3. Clientes
  4. Mercado

Cinco Forças de Porter – Esse modelo permite uma análise competitiva partindo das 5 forças de Michael Porter. São elas:

  1. Entrada de novos concorrentes no mercado
  2. Rivalidade com os concorrentes
  3. Ingresso de novos produtos
  4. Poder de negociação de fornecedores
  5. Poder de negociação de clientes

Business Model Canvas (BMC) – Essa ferramenta engloba as principais áreas da sua empresa e deve contar com o maior número possível de funcionários para ajudar a preenchê-la. Ela é uma solução visual extremamente útil para testar, criar ou revisitar um modelo de negócio. O BMC identifica:

  1. Os serviços ou produtos oferecidos pela empresa ao mercado
  2. As fontes de receita
  3. Definição do público-alvo do negócio
  4. Os gastos que envolvem o empreendimento
  5. Qual tipo de relacionamento estabelecido com o cliente

Matriz BCG – É um tipo de análise gráfica ligada ao valor de uma empresa e às soluções que ela oferece. A Matriz BCG costuma ser usada para checar qual a melhor estratégia a ser implementada para cada serviço ou produto. 

Esperamos que esse guia (tanto a parte 1 quanto a parte 2) tenha ajudado você a ter clareza quando o assunto é gestão empresarial. Comece hoje a colocar em prática alguns desses processos listados aqui e veja, na prática, mudanças dentro da sua controladora de pragas. O uso de um sistema de gestão que contribua com essas tarefas também faz toda diferença para o empreendimento. É por essa razão que o SIS Controladoras foi criado: para facilitar e agilizar a vida dos donos e de funcionários de pequenas, médias e grandes empresas. 

O SIS Controladoras conta com uma extensa lista de funcionalidades administrativas que não param de evoluir constantemente. São soluções inteligentes criadas para atender às principais demandas do dia a dia de uma controladora de pragas. São soluções práticas que nenhum software de gestão genérico do mercado oferece. Conheça na prática e comprove, a gestão da sua empresa só tem a agradecer!

Esse e outros artigos você confere no aplicativo Wiki Pragas, clicando aqui, disponível na Google Play ou pelo portal da Universidade das Pragas.